5 DICAS PARA A SAÚDE DURANTE O CLIMA SECO

O mês de agosto tende a ser um dos meses com o clima mais seco do ano na maioria das regiões do Brasil. Algumas dessas regiões podem até mesmo sofrer com os casos de queimadas e secas, por exemplo. Geralmente o período de baixa umidade do ar começa no final do outono, em meados de junho, e segue até o final do inverno, em setembro.

Além dos riscos para o meio ambiente, a baixa umidade do ar e o clima seco também podem ser prejudiciais para nossa saúde. Isso porque, nesse período a incidência de doenças respiratórias como bronquite, rinite, asma, entre outras, acaba aumentando. Além delas, também é comum a ocorrência de conjuntivite, síndrome do olho seco e diversas alergias, tanto na pele, quanto no trato respiratório.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a umidade relativa do ar ideal deve ser em torno de 60%, no entanto, aqui no Brasil durante o mês de agosto, essa taxa costuma ficar entre 20% e 30% na maior parte do território nacional. Por conta disso, a gente separou 5 dicas para você por em prática e manter a saúde em dia nas próximas semanas, mesmo com o tempo seco. Confira:

Beba muita água

O consumo constante de água durante o dia é importante em todas as épocas do ano, pois além da hidratação, ela traz diversos outros benefícios para nossa saúde. Isso porque, a água representa cerca de 70% do nosso corpo e é essencial para melhorar nossas funções vitais, sabia?

Sendo assim, um dos cuidados que não podem faltar durante os dias de clima seco é a ingestão de muito líquido, mesmo quando não se sente sede, para se manter hidratado.

Uma dica para não esquecer da hidratação é estar sempre com uma garrafinha de água na mão e utilizar aplicativos de celular que mostram lembretes ao longo do dia. Contar com uma alimentação rica em verduras e frutas e beber bastante suco natural ou água de coco também ajudam nesse processo.

Clima seco? Umidifique o ambiente

A baixa umidade do ar pode provocar o ressecamento da nossa mucosa respiratória, deixando-a mais suscetível a inflamações, por exemplo. Por isso, umidificar o ambiente em que você está é um dos cuidados mais importantes durante dias de clima seco. Mas atenção: é importante se atentar para não deixar o ambiente úmido demais, favorecendo o crescimento de fungos e bactérias. O ideal é que a umidade fique entre 55% e 60%.

Existem algumas formas de garantir a umidade ideal do ar do ambiente, desde o uso de aparelhos criados para isso, até de objetos simples que temos dentro de casa. Alguns dessas formas são:

  • Colocar toalhas molhadas ou recipientes com água no cômodo que precisa de mais umidade no ar. Isso porque, o processo de evaporação da água ajuda na umidificação do ambiente;
  • Deixar a porta do banho aberta enquanto toma banho. Dessa forma a umidade do banheiro se espalha pela casa;
  • Usar aparelhos umidificadores de ar no ambiente. Existem diversos tipos no mercado e com eles é possível até controlar a porcentagem de umidade do ar que é necessário alcançar no local.

Mantenha a casa limpa

O acúmulo de poeira é favorecido por conta do clima seco, desencadeando as doenças respiratórias. Por isso, é muito importante manter a limpeza da casa em dia, se preocupando não só com o chão, mas com superfícies que acumulam essas partículas.

Na hora da faxina, aposte em um pano úmido para realizar a limpeza. Dessa forma você evita que a poeira se espalhe pelo ar e piore crises alérgicas, por exemplo. Tenha muito cuidado também com o acumulo de poeira em cortinas de pano, tapetes e carpetes. Caso você tenha alguém alérgico em casa, evite esses acessórios.

Outra dica importante é evitar o uso de produtos de limpeza com odores muito fortes. Isso porque eles podem irritar nossas mucosas respiratórias, provocando uma crise alérgica.

Cuidado com os olhos e a pele

Pode não parecer, mas nossos olhos também são bastante afetados com o clima seco, podendo sofrer com o surgimento de conjuntivite ou outras alergias por causa da secura. Dessa forma, é muito importante manter eles lubrificados e protegidos. Aposte na lubrificação com soro fisiológico algumas vezes ao dia ou peça a recomendação de um colírio para o seu médico. Mesmo que você não tenha problemas oculares, é importante garantir esse cuidado.

Já a nossa pele tente a sofrer com a desidratação não só pela baixa umidade do ar, mas também por conta dos banhos quentes que tomamos durante o frio. Sendo assim, além da ingestão de uma maior quantidade de água – que citamos acima – que ajuda na hidratação de dentro para fora, é recomendado o uso de cremes hidratantes, principalmente em partes do nosso corpo como cotovelos e joelhos, que são os que mais sofrem com o ressecamento da pele.

Atenção com as atividades físicas

Durante os dias de clima seco devemos ter mais atenção com as nossas atividades físicas, isso porque é normal que a gente se canse com mais facilidade e sinta a nossa garganta ou nossos olhos mais ressecados por conta da secura do ar. Além disso, tendemos a perder mais líquido do corpo durante a prática de algumas atividades.

A dica então é prestar atenção no horário em que se pratica essas atividades, dando preferência para que elas sejam realizadas antes das 10h ou depois das 17h, pois esse é um período onde o clima tende a ser mais quente e mais seco. Além disso, caso elas sejam ao ar livre, não se esqueça de passar protetor solar, ok?

Se você tiver a oportunidade, prefira praticar esportes aquáticos como a natação, hidroginástica, por exemplo.

Seguindo essas dicas você vai conseguir passar por essas semanas de clima seco de uma forma mais tranquila. Porém, se ainda assim você tiver algum sintoma de alergia ou doença respiratória, consulte um médico para realizar o tratamento adequado.

Gostou nas nossas dicas e conhece alguém que sofre muito com o clima seco? Compartilhe com essa pessoa! Compartilhar conhecimento é uma forma de cuidado e #CuidarÉColetivo!

DEIXE UM COMENTÁRIO