A IMPORTÂNCIA DA IMUNIZAÇÃO

No dia 09 de junho é celebrado o Dia Nacional da Imunização, que tem como objetivo alertar a sociedade sobre a importância da vacinação para a prevenção de doenças e, com isso, contribuir para o desenvolvimento de uma sociedade mais saudável.

Em 1973 o Ministério da Saúde brasileiro criou o Programa Nacional de Imunizações (PNI), com objetivo de realizar ações de imunização, aplicando as vacinas recomendadas pela OMS gratuitamente na população brasileira. Atualmente o PNI é responsável pelo Calendário Nacional de Vacinação, onde existem orientações para a vacina de crianças, adolescentes, adultos e idosos.

Foi através de diversas campanhas de imunização, por exemplo, que conseguimos a erradicação da varíola e a diminuição considerável de casos de poliomielite em vários lugares. Além disso, existem diversas doenças cujo possíveis epidemias podem ser controladas através da imunização como a febre amarela, meningite, hepatite B, sarampo, caxumba, rubéola, entre outras.

O que é imunização

Imunização é o termo utilizado para caracterizar a produção de anticorpos pelo sistema imunológico quando o organismo entra em contato com substâncias estranhas a ele. Normalmente, a imunização é caracterizada em dois tipos: ativa passiva, e os dois tipos podem ser ativados de forma natural ou artificial. Geralmente a ativa é a mais duradoura, podendo até ser permanente, e a passiva é temporária, necessitando de manutenção.

  • Imunização Ativa Natural: acontece quando o organismo de um indivíduo produz anticorpos a uma doença após contrair ela de forma natural. Um exemplo disso é quando uma criança contrai caxumba e, depois de curada, dificilmente tem chances de voltar a contrair na vida.
  • Imunização Ativa Artificial: também acontece quando o organismo de uma pessoa produz anticorpos a uma doença, porém aqui ele é estimulado através de vacinas. Essas vacinas devem possuir antígenos (substâncias estranhas ao organismo) que provoquem a resposta imunitária do organismo sem causar a doença na pessoa. Sendo assim, quando ela entrar em contato com o agente causador de certa doença, o organismo dela já terá anticorpos para combater a mesma.
  • Imunização Passiva Natural: acontece quando um indivíduo recebe anticorpos de outro indivíduo de forma natural. Um exemplo muito comum disso são os nenéns que recebem anticorpos das suas mães durante a gestação e a amamentação. Por isso a recomendação da amamentação com leite materno é tão importante durante certo período.
  • Imunização Passiva Artificial: também ocorre através da transmissão de anticorpos de um individuo para outro, porém através de uma solução chamada soro hiperimune, que tem alta concentração de determinado anticorpo. Um tipo muito comum é o de soro antiofídico, que é produzido com certo tipo de veneno para tratar certas picadas de cobra, por exemplo.  

A importância da vacinação

A vacina é um dos recursos mais importantes no processo de imunização, pois ela é capaz de contribuir com a erradicação de diversas doenças antes mesmo que as pessoas tenham contato com elas, controlando o surgimento de possíveis epidemias, por exemplo.

Normalmente, a preocupação com a imunização ocorre com mais atenção durante a infância. Isso porque, apesar de o calendário de vacinações brasileiro ser um dos mais completos do mundo, boa parte das campanhas são para o público infantil. Entretanto, é importante ressaltar que não são só as crianças que estão suscetíveis a doenças infecciosas. Adultos também precisam manter o calendário de vacinação atualizado para evitar a proliferação de doenças contagiosas.

Todas as famílias merecem ter um plano de saúde

Além de manter a saúde em dia, existem outros benefícios que reforçam a necessidade de manter a carteira de vacinação em dia. Evitar custos com tratamentos, proteger seus familiares e amigos de adoecerem através da transmissão, ter um envelhecimento mais saudável, são alguns deles.

Manter sua vacinação em dia é um ato de cuidado coletivo, pois além de você viver muito melhor, você também protege as pessoas a sua volta!

Um adulto saudável e imunizado é um exemplo a ser seguido pelos mais jovens, ajudando na construção de um futuro melhor. Afinal, #CuidarÉColetivo.

DEIXE UM COMENTÁRIO