5 ATIVIDADES PARA TURBINAR SEU CÉREBRO!

Sempre que falamos em exercícios é comum pensarmos automaticamente em atividades físicas, ou seja, focamos apenas no corpo. De fato, esse tipo de atividade é essencial para manter a saúde em dia, porém, apesar disso, você sabia que também é possível exercitar o cérebro? Assim como o corpo, ele também precisa de atividades para se manter saudável e ativo. Sendo assim, quanto mais desafios, mais seu cérebro se desenvolve, tornando-se mais ágil e responsivo, permitindo que soluções sejam encontradas de forma mais rápida.

Em meados da década de 90 um professor norte-americano de Neurobiologia chamado Lawrence Katz desenvolveu uma série de exercícios e estratégias para o cérebro que foram batizados de neuróbica, também conhecidos como neurofitness. O objetivo desses exercícios é estimular nosso cérebro através de atividades fora da rotina e que utilizem algumas combinações dos nossos sentidos, ou seja, olfato, visão, tato, audição e paladar – além do emocional.

De acordo com alguns estudiosos, para uma atividade ser considerada neuróbica é necessário que ela estimule um ou mais sentidos nossos, de uma forma diferente de uma atividade rotineira. Pra te ajudar a entrar nesse universo de exercitar a cabeça, trouxemos cinco dicas de atividades que vão ajudar a turbinar seu cérebro e dar um salto na sua saúde mental. Se liga!

Pratique jogos intelectuais

Quando a gente pensa em exercícios para estimular o cérebro logo vem a cabeça jogos como xadrez, sudoku, palavras-cruzadas, entre outros. De fato, esses jogos são ótimos para acelerar nosso raciocino e aguçar nossa memória, fazendo com que ela trabalhe melhor. Outro exercício que pode ajudar nesse processo é tentar montar um quebra-cabeças de forma correta o mais rápido que conseguir – você pode cronometrar o tempo e depois repetir a atividade para ver se houve evolução, por exemplo.

Se você considera essas atividades muito “analógicas”, você pode procurar por aplicativos específicos para exercitar o cérebro. Hoje em dia existem várias opções com atividades diversas para todos os tipos de celulares, por exemplo.

Aprenda coisas novas

Aprender coisas novas é uma excelente forma de exercitar o cérebro. Qualquer novidade, desde pequenas coisas, traz muitos benefícios à saúde, estimulando áreas diferentes do órgão e fazendo com que mantenha a boa forma.

Sendo assim, você pode investir em aprender um novo idioma que fuja do padrão, um instrumento musical diferente ou, até mesmo, ler sobre um assunto que você desconhece, por exemplo.

Quebre a rotina

Pequenas atitudes como escovar os dentes com a mão não dominante, trocar o lugar onde você guarda alguma coisa como o sal, por exemplo, ou usar o relógio de pulso no outro braço, podem estimular ainda mais o seu cérebro através de diversos sentidos.

Alguns estudos apontam que 80% do nosso dia é ocupado por ações rotineiras e isso, apesar de diminuir nossos esforços, também prejudica o cérebro de certa forma. Ao quebrar essa rotina fazendo as coisas de formas que você não está acostumado, você estimula sua concentração e criatividade para concluir as atividades da melhor forma.

Leia mais e em voz alta

De todas as atividades, ler é uma das mais importantes. Isso porque, além de exercitar a atenção, esse exercício também é responsável por produzir mais informações para serem armazenadas no cérebro, retardando o envelhecimento da mente ao criar mais conexões neurais.

Para complementar a atividade você pode ler em voz alta para outra pessoa, por exemplo. Dessa forma, vocês dois vão estar estimulando o cérebro através da fala, da escuta e desenvolvendo a atenção ao mesmo tempo.

Nada de máquinas!

Outra dica valiosa é confiar mais na sua mente. Fuja de calculadoras ou computadores para realizar cálculos matemáticos e busque fazê-los de cabeça, por exemplo. Se faz muito tempo que você não treina matemática, pode começar usando papel para realizar operações mais complexas e, aos poucos, tentar resolvê-las de cabeça.

Esse é um excelente exercício para aguçar a sua capacidade cerebral e aumentar sua velocidade de resposta. Pois quanto mais casas decimais tiver a operação realizada de cabeça, mais você estará estimulando sua memória.

E ai, gostou das nossas dicas? Esperamos que você pratique muitos exercícios para deixar sua saúde cerebral tão em dia quanto a saúde física! Não esqueça de compartilhar com seus amigos e ajudar a cuidar da mente deles também, afinal, #CuidarÉColetivo.

DEIXE UM COMENTÁRIO