5 DICAS ESSENCIAIS PARA SE PROTEGER – COVID-19

O número de pessoas que foram diagnosticadas com COVID-19 – popularmente conhecido como coronavírus – ou que estão sob suspeita de infecção não para de crescer no Brasil. Nos últimos dias tivemos uma intensificação nos registros, chegando na casa de mais de 8 mil casos suspeitos no país.

O COVID-19 é uma doença respiratória, semelhante a uma gripe ou resfriado, causada pelo coronavírus. As pessoas contaminadas por ele podem apresentar sintomas como febre, tosse e problemas respiratórios. Além disso, a taxa de proliferação e contágio desse vírus é muito alta, por isso a OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou estado de pandemia no último dia 11 de março.

Diante de tantas notícias sobre essa doença, entendemos que muitas pessoas fiquem estressadas e confusas com o que é verdade ou não, por isso separamos algumas dicas de proteção, física e psicológica, durante esse período para te deixar mais tranquilo. Confira:

Higiene redobrada

Nossas mãos precisam ser higienizadas constantemente e isso não é segredo para ninguém, porém além desse cuidado básico, existem alguns outros que podemos tomar para diminuir o risco de contágio. Dentre eles, é importante lembrar de manter sua casa arejada e aumentar a frequência de troca das roupas de cama e banho, por exemplo. Desinfetar objetos e superfícies tocados com mais frequência, como as maçanetas, e dar preferência para cozinhar em casa, evitando o delivery, também são atitudes relevantes nesse momento.

A maior recomendação nesse momento é evitar sair de casa, mas caso você não tenha essa opção, prefira fazer os percursos a pé ou de bicicleta. Caso a distância que você precisa percorrer seja grande e você precise de um transporte público, evite horários de pico, procure não encostar em superfícies de uso comum, como as barras dos ônibus, e levar as mãos ao rosto, ou pegar o celular em seguida, sem higienizá-las antes, e incentive que as janelas permaneçam abertas para a circulação de ar.

Lembre-se de evitar aglomerações sempre que possível e, o mais importante de tudo, cubra a boca e o nariz sempre que espirrar ou tossir!

Alimentação balanceada

Além dos cuidados com a higiene, individual e coletiva, também é importante manter uma alimentação saudável e balanceada, para que a sua saúde continue em dia.

A dica é comer muitas frutas, verduras e legumes, sempre bem higienizados. Dê preferência para comidas nutritivas e que contenham elementos que aumentem sua imunidade como alho, cebola, gengibre, castanhas, batata doce, frutas cítricas, iogurte natural, peixes, cogumelos e vegetais verdes, por exemplo.

Outra orientação é se manter hidratado. Para isso, beba bastante água durante o dia. Caso você sinta dificuldade em ingerir água pura, apesar de ser importante, você pode apostar em chás e sucos naturais, desde que tenha alguns cuidados como: os chás não devem conter cafeína e os sucos devem ser realmente naturais, sem a adição de açúcares.

Mantenha-se informado

Até o momento, cada cidade e estado brasileiro adotou medidas protetivas diferentes para a população, principalmente no que diz respeito ao funcionamento de estabelecimentos, por exemplo.

Sendo assim, uma das informações mais importantes para se ter nesse período é com relação a quais instituições de saúde da sua cidade são recomendadas para fornecer o melhor suporte à pessoas infectadas ou com suspeita de COVID-19, sejam elas públicas ou particulares.

Garantir que você terá o atendimento adequado, caso seja necessário, é de extrema importância nesse momento. Dessa forma, caso você tenha um plano de saúde, por exemplo, procure manter o contrato ativo e buscar informações com a operadora sobre quais são os procedimentos exigidos para a realização de teste e tratamentos para o COVID-19, caso você precise.

Além disso, tenha sempre em mente as informações sobre as principais diferenças entre o COVID-19, o resfriado e a gripe, por exemplo, e só procure uma unidade de saúde caso apresente sintomas realmente graves. Essa atitude serve para não sobrecarregar o sistema de saúde da sua cidade e não te colocar em risco desnecessário de contaminação.

Atividades físicas

Uma das formas de se manter saudável nesse período é não deixando as atividades físicas de lado. Se você estava acostumado a frequentar academias ou fazer atividades em grupo, por exemplo, as orientações para evitar aglomerações desse tipo permanecem. Porém, uma dica para não ficar parado é realizar alguns exercícios mais simples em casa.

Existem diversos exercícios de alongamento e fortalecimento possíveis de fazer sem a necessidade de aparelhos. Os mais conhecidos são as várias formas de abdominais e flexões, burpee, prancha, polichinelo, pular corda, agachamento, entre outros.

Se você é mais tranquilo, pode aproveitar o momento para aprender algumas práticas de ioga e meditação, por exemplo. Porém se você gosta de mais agitação, que tal aprender algumas coreografias de fit dance ou zumba na frente da sua televisão? O fato é que não faltam opções de exercícios para serem praticados dentro de casa.

A mente também é importante

Sabemos que para algumas pessoas a recomendação de quarentena e isolamento pode ser assustadora, porém é essencial evitar o pânico. A dica é se manter ativo nesse período e buscar fazer coisas dentro de casa que tragam relaxamento e satisfação. Procure realizar atividades como os exercícios físicos citados no tópico anterior, mesmo que na sala da sua casa, ou leia livros, assista a filmes ou séries, faça um curso online. As opções para distração e ocupação da mente são diversas.

Tenha cuidado com o excesso de notícias, principalmente sensacionalistas, apesar de ser importante se manter informado. Essa enxurrada de conteúdos, que nem sempre vem de fontes confiáveis, pode causar muito estresse e ansiedade. Por isso, busque se inteirar dos acontecimentos através de canais oficiais de comunicação, principalmente com notícias que te ajudem no que diz respeito à prevenção.

Isolamento físico não significa que você não pode se comunicar, viu? Utilize meios como internet e telefone para manter contato com familiares e amigos, por exemplo. Isso pode te ajudar a passar pelo período com mais tranquilidade.

Sabemos que é um momento complicado e envolto de muitasnovidades e dúvidas, mas insistimos: é importante manter a calma e ter atitudesque sejam boas coletivamente para evitar a proliferação do COVID-19.

Gostou das nossas dicas? Fique ligado em nosso blog para ter acesso a mais dicas de saúde e bem-estar.

DEIXE UM COMENTÁRIO