SEGURO DE VIDA OU PREVIDÊNCIA PRIVADA? O QUE É MELHOR?

Um novo ano vem chegando e, com ele, o momento de a gente planejar nosso futuro. Se tem uma coisa que aprendemos durante o ano de 2020 foi que ter uma reserva financeira é algo muito importante para momentos de imprevistos e urgências – COVID-19 que o diga, não é mesmo?

Você sabia que algumas das formas de montar essa reserva financeira é contratando um seguro de vida ou uma previdência privada? Pode parecer um pouco estranho, mas é verdade! Além disso, também existe a possibilidade de combinar a contratação dos dois produtos e ter ainda mais segurança financeira!

Quer saber mais sobre esses dois produtos e começar a planejar o seu futuro hoje mesmo? A gente te conta como eles funcionam!

Seguro de vida ou previdência privada?

Garantir um futuro tranquilo é um pensamento que tem rondado a mente de muitos brasileiros, independentemente do motivador principal. Uma das formas de garantir essa estabilidade futura é contanto com soluções como o seguro de vida ou a previdência privada.

Os dois podem ser muito parecidos em um primeiro momento. Isso porque, ambos oferecem certa segurança financeira para você e sua família. Apesar disso, as duas soluções podem ser úteis para finalidades e momentos de vida diferentes.

Partindo desse ponto, podemos afirmar que nada impede que você opte pela contratação dos dois, uma vez que um pode complementar o outro. Isso porque, de forma simples, a previdência privada pode representar um complemento para sua aposentadoria no futuro. Já no caso do seguro de vida, ele funciona como um auxílio financeiro para seus dependentes em caso de imprevistos. Além disso, em alguns casos, o seguro de vida serve para o próprio segurado quando existe a possibilidade do resgate do seguro ainda em vida.

Sendo assim, a contratação de um não interfere na contratação do outro e podem representar ainda mais segurança financeira para seu futuro.

Seguro de vida ou Previdência privada: Como funciona o seguro de vida?

Como funciona o seguro de vida?

O principal objetivo do seguro de vida é fornecer uma certa proteção financeira ao segurado em casos de imprevistos, como morte ou invalidez, por exemplo. No entanto, engana-se quem acredita que o seguro de vida só é útil para os dependentes do segurado e em casos extremos.

Atualmente existem diversos tipos de coberturas além das mais tradicionais como por morte (acidental ou natural) ou invalidez (temporária ou permanente). Quando o segurado conta com esses outros tipos de cobertura, como o de doenças graves, por exemplo, é possível receber o valor da apólice ainda em vida. Dessa forma, não serão apenas os dependentes do segurado que serão beneficiados. Com isso, é possível garantir mais tranquilidade para a família inteira ainda em vida, por exemplo.

Existem várias pequenas diferenças de um tipo de seguro de vida para o outro, como a duração, a cobertura e o tipo de apólice. Se você quiser entender mais sobre isso, a gente tem um guia especial falando sobre isso aqui no nosso blog.

De forma simplificada, o seguro de vida funciona através de um contrato assinado entre segurado e seguradora, onde o valor pago mensalmente e os valores a receber em caso de sinistro são definidos previamente. A partir disso, caso o segurado venha a sofrer algum imprevisto que seja coberto pelo seguro de vida contratado, ele aciona a seguradora que irá orientar sobre a documentação necessária que precisa ser enviada para o recebimento da apólice.

Seguro de vida ou Previdência privada: Como funciona a previdência privada?

E a previdência privada? Como funciona?

Diferente do seguro de vida, onde o valor investido é recebido apenas em caso de sinistro – que pode ser desde o diagnóstico de uma doença grave, até a morte do segurado – a previdência privada serve como uma garantia de ter uma condição financeira melhor durante a aposentadoria, por exemplo.

Sendo assim, podemos entender a previdência privada como um investimento a longo prazo. Dessa forma, o dinheiro poupado durante esse período de investimento vai gerar uma rentabilidade e, no futuro, proporcionar uma vida financeira mais tranquila para o beneficiário e sua família.

Assim como o seguro de vida, existem alguns tipos diferentes de previdência privada como o Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) e o Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL). Se você quiser entender um pouco mais sobre a diferença entre eles, a gente explica um pouco mais em um guia aqui no nosso blog.

Ainda que muitas pessoas conheçam esse benefício como uma “aposentadoria particular”, à parte da previdência social, não existe obrigatoriedade que o dinheiro poupado seja usado para isso no futuro. Sendo assim, o beneficiário pode utilizar o valor reservado para realizar sonhos como custear os estudos dos filhos, comprar um imóvel, viajar para fora do país, dentre outros desejos.

Como combinar os dois?

Como vimos, os dois benefícios apresentados funcionam como complemento um do outro. Por isso, diversos especialistas sugerem a contratação de ambos, para garantir maior estabilidade financeira futura tanto para o segurado, quanto para a família do mesmo.

A forma de equilibrar a contratação dos dois varia de acordo com a necessidade do beneficiário. No entanto, a sugestão mais comum é que primeiro se calcule o valor que o beneficiário deverá ter acumulado para ter uma vida mais tranquila no futuro. Com esse valor previsto, as possibilidades são:

  • Caso o segurado esteja começando a construir seu patrimônio agora, o ideal é que seja contratada uma apólice de seguro de vida com o valor total previsto em cálculo. Dessa forma, caso o contratante venha a faltar ainda no início da construção do patrimônio, o seguro de vida irá cobrir o necessário para que as pessoas que dependem dele não passem dificuldade.
  • À medida que o patrimônio acumulado na previdência privada for aumentando, o valor da apólice do seguro de vida pode ir diminuindo. Com isso, o segurado continua garantindo que seus dependentes vão receber o valor necessário caso ele venha a faltar, e consegue baratear ou manter o valor da mensalidade do seguro, mesmo que esteja envelhecendo.

Ainda tem dúvidas sobre como planejar o seu futuro financeiro contando com um seguro de vida e uma previdência privada? Não se preocupe, pois estamos aqui para te ajudar! Contamos com profissionais especializados no assunto para te ajudar a escolher as melhores seguradoras e apólices para suas necessidades. Entre em contato com um de nossos corretores especializados agora mesmo!

DEIXE UM COMENTÁRIO